MPEG2 vs MPEG4 vs H.264, Quais são as diferenças

MPEG2 VS MPEG4 VS H264, quais são as diferenças

MPEG2, MPEG4 e H264 são padrões usados para compressão e descompressão de dados. O que torna cada formato de codificação de vídeo diferente do outro? Leia mais para descobrir.

• Arquivado para: Recuperar Foto/Vídeo/Áudio • Soluções comprovadas

A codificação digital de vídeos sofreu muitos avanços desde que a ideia foi introduzida em 1967 com o H.120 como o primeiro padrão de codificação digital. O MPEG2 foi introduzido em 1994, o MPEG4 em 1999 e o H.264 em 2003.

Este artigo irá enumerar as características do MPEG2, MPEG4 e H.264, além de explicar suas diferenças.

formatos-de-compressão-de-vídeo

Parte 1: O que é o formato de vídeo H.264?

O formato de codificação de vídeo H.264, também conhecido como H.264/MEPG-4 AVC (Codificação de Vídeo Avançada) é o formato mais utilizado para a gravação, compressão e distribuição de vídeos até setembro desde ano. Se você utiliza páginas de transmissão de vídeos como a Netflix e o Youtube, e softwares como o Adobe Flash Player, então já viu o H.264 em ação. Várias transmissões HDTV por vias terrestres, a cabo e por satélite também utilizam o formato de codificação de vídeo H.264.

Ele foi padronizado pelo Grupo de Especialistas em Codificação de Vídeo (VCEG) da ITU-T em conjunto com o Grupo de Especialistas em Imagens com Movimento (MPEG) da ISO/IEC JTC1. Sua primeira versão foi concluída em 2003. A intenção por trás do formato de vídeo H.264 era fornecer uma boa qualidade de vídeo à uma taxa de bits menor do que a dos formatos de codificação de vídeo anteriores. O objetivo era fazê-lo sem aumentar a complexidade do projeto, ou se tornar muito caro de implementar. Pretendia-se também que fosse flexível, de modo que pudesse ser aplicado à uma grande variedade de redes e sistemas.

O H.264 alcançou todos os objetivos com sucesso, através de funções como:


Parte 2: O que é MPEG2 e MPEG4?

O Grupo de Especialistas em Imagens com Movimento (MPEG) é o corpo responsável pelos padrões utilizados na codificação de vídeos, padrões como o MPEG2 e o MPEG4. Esta seção traz informações sobre o MPEG2 e o MPEG4.

1. O que é MPEG2?

MPEG2 é o codec utilizado para comprimir vídeos de transmissões digitais e DVDs. Arquivos de mídia codificados com o codec MPEG2 geralmente possuem as extensões .mpg, .mpeg, .m2v, .mp2 ou, em alguns casos, .mp3. Ele também é conhecido como H.262, e ainda é utilizado em transmissões de televisões digitais por vias aéreas e em padrões de vídeos DVD.

O MPEG2 foi criado em 1994 para corrigir os problemas do seu antecessor, o MPEG1. Ele ainda é utilizado devido à necessidade de ima compatibilidade com versões anteriores de hardwares e softwares ainda em uso. Ele foi desenvolvido principalmente pela Sony, Thomson e Mitsubishi Electric. Após seu lançamento, o MEPG2 se tornou o formato de vídeo padrão para DVDs e televisões digitais de definição padrão.

As vantagens do uso do MPEG2 incluem:

  • Uma qualidade de vídeo superior à de outros formatos de vídeo
  • Um método de compressão de vídeo muito simples
  • A capacidade de manipular transmissões de vídeo de fontes locais como transmissões a cabo e DVDs.

interface-de-usuário-mpeg2

Caso tenha perdido ou excluído arquivos de vídeo MPEG acidentalmente, leia o guia: Aprenda como recuperar vídeos MPEG excluídos.

2. O que é MPEG4?

O padrão MPEG4 é um formato MPEG4 que foi iniciado em 1995. Ele alcançou o status de esboço do comitê em 1998 (Março) e sua criação foi finalizada no final do mesmo ano. Inicialmente, foi criado especificamente para taxas de bits muito baixas, mas atualmente pode suportar até 4 Mbps. O MPEG4 contém seis partes que o tornam capaz de desempenhar suas funções, que são: visual, software, sistemas, Estrutura de integração de multimídia de entrega (DMIF), teste de conformidade e áudio.

O padrão de codificação de vídeo foi projetado para ser utilizado em transmissões em ambientes conversacionais e interativos. Ele também foi projetado para sofrer uma escalabilidade baseada em seu conteúdo. Devido à forma como o MEPG4 foi construído (tendo adotado funções do MPEG1, MPEG2 e VRML), é possível utilizá-lo em ambientes de internet e televisão, e pode-se integrar conteúdos de ambos os canais em um mesmo ambiente de multimídia.

As vantagens do MPEG4 podem ser vislumbradas em mais de suas características, como:

  • A integração de conteúdos sintéticos e naturais em forma de objetos. Um objeto pode ser uma representação de entidades gravadas como uma cadeira, uma pessoa, ou um material sintético como um rosto, uma pessoa ou um modelo animado 3D.
  • Grande suporte a conteúdos em 2D e em 3D
  • Suporte a todos os tipos de interatividade
  • Capaz de codificar com eficiência, desde taxas muito baixas (5 Kbit/s para vídeos e 2 Kbit/s para falas) até taxas muito altas (até 64 Kbit/s por canal para a qualidade de áudio de CDs e 5 Mbit/s para qualidade de vídeo transparente)
  • Com o uso de URLs, o MPEG4 adiciona ao VRML um suporte nativo a conteúdos naturais transmitidos em tempo real.
  • Descrição de cena representada com eficiência.
  • Grande cobertura de taxas de bits, qualidades e serviços, aplicações e resoluções.

Além disso, o formato suporta compatibilidade com outros padrões já existentes em sua criação, como o MPEG1, MPEG2, VRML, H.263 e ITU-T. Seu lançamento afetou duas áreas:

1. Na produção, programação e arquivamento. Aqui, ele permite que os transmissores naveguem por entre arquivos de vídeo com facilidade e rapidez.

2. No reaproveitamento de recursos de vídeos digitais. O MPEG4 é o que os transmissores precisam quando o assunto é a distribuição de conteúdos por IP, banda-larga e redes móveis, e não só pelo sistema de transmissão tradicional. O MEPG4 tem alta eficiência quando se trata de codificação a baixas taxas de bits, o que o torna ideal para a tarefa.

3. MP4 e MPEG4 são a mesma coisa?

Muitas pessoas tendem a confundir o MP4 com o MPEG4, considerando que os dois são a mesma coisa, ou variações da mesma coisa. Isso não é verdade, pois cada um significa uma coisa diferente. Resumindo, o MP4 é um formato de armazenamento ou recipiente, enquanto o MPEG4 é um padrão ou formato de codificação de vídeo.

  • O MEPG4 é um padrão para a codificação de vídeos. Ele é usado para realizar a compressão de dados AV para serem distribuídos pela rede e em CDs; para sons de voz (videofones e telefones), e também para a transmissão de televisão.
  • O MP4 foi desenvolvido a partir do arquivo MOV da Apple para armazenar arquivos de vídeo que foram codificados pelo MPEG4. Observe que o MP4 também pode armazenar dados digitais (vídeos e áudios) que foram codificados por outros formatos de codificação.
  • De forma similar, ambos o MPEG4 e o MP4 são softwares desenvolvidos pelo Grupo de Especialistas em Imagens com Movimento (MPEG). O MP4 é um dos últimos formatos de vídeo desenvolvidos para proporcionar a distribuição e transmissão de vídeos pela internet de forma eficiente, enquanto o MPEG4 foi desenvolvido desde os anos 90 como um padrão para a codificação de vídeos.
Você sabe o que fazer quando os vídeos MP4 são corrompidos? Agora, vamos descobrir como reparar vídeos MP4.
- Uma leitura de apenas 2 minutos.

Parte 3: MPEG2 vs MPEG4 vs H.264

1. Diferenças entre o MPEG2, MPEG4 e o H.264:

Para que você possa entender melhor os padrões MPEG2, MPEG4 e H.264, suas características serão comparadas abaixo:

  • O formato MPEG4 utiliza um algoritmo com uma DCT (Transformada discreta de cosseno) de 16 x 16; isso permite uma taxa de compressão mais alta. Essa é uma grande diferença entre o MPEG2 e o MPEG4.
  • Tanto o MPEG4 quanto o MPEG2 oferecem qualidade de vídeos de alta definição, maiores que o H.264. No entanto, o MPEG2 fornece os melhores resultados quando o assunto é qualidade de vídeo.
  • O MPEG2 tem tamanhos de aquivos maiores que o MPEG4 e o H.264, o que dificulta sua compatibilidade com dispositivos portáteis e transmissões de vídeo pela internet. Por outro lado, o MPEG4, com sua alta taxa de compressão em arquivos de tamanhos pequenos, é capaz de funcionar em redes móveis sem perder sua alta qualidade.
  • Se quiser codificar seus dados digitais em DVDs, o método ideal é o MPEG2. Se quiser codificar seus dados digitais online e em dispositivos portáteis, o padrão de codificação MPEG4 é a melhor escolha. Para a codificação de vídeos em discos Blu-ray, o H.264 é recomendado como o formato mais utilizado.
  • Comparado ao MPEG4, o formato MPEG2 é bem mais fácil de utilizar como um formato de compressão de vídeo. No entanto, o H.264 é aberto, e possui uma especificação pública, disponível para ser implementada por basicamente qualquer pessoa que desejar.
  • O MPEG4 contém mais funções interativas que permitem a manipulação em tempo real de diferentes elementos nos seus vídeos.
  • O H.264 possui a maior flexibilidade, o que permite que seja utilizado em muitas aplicações diferentes em uma grande variedade de redes e sistemas.

2. Como fazer uma conversão de formato de vídeo:

Os formatos de vídeo são normalmente convertidos de um para o outro por vários motivos, como compatibilidade com o dispositivo do usuário e maior qualidade. Existe vários conversores de vídeo que podem ser utilizados para converter vídeos de um formato para o outro. Escolha o conversor que preferir e siga os próximos passos para converter um vídeo de um formato para o outro:

  • Selecione os arquivos de vídeo que deseja converter
  • Escolha o formato de saída, ou o formato de vídeo para o qual deseja converter seus vídeos
  • Clique no botão ou na opção "Convert" para iniciar o processo de conversão
  • Salve o vídeo convertido no local desejado clicando na opção "Download".

Parte 4: Como recuperar e reparar vídeos

Os vídeos são corrompidos ou desaparecem muitas vezes, devido a vários fatores. Isso torna necessário saber como reparar vídeos quando estes são danificados e como recuperá-los quando desaparecem do seu computador. Nesta seção, você aprenderá por que os vídeos desaparecem ou são corrompidos. E descobrirá a melhor ferramenta para recuperar vídeos que desapareceram do seu sistema de armazenamento. Mais importante, descobrirá qual é a melhor ferramenta para reparar vídeos corrompidos no seu sistema e como utilizá-la.

É necessário reparar seus vídeos, caso sejam danificados ou corrompidos pelos seguintes motivos:

  • Erros: Um erro pode ocorrer durante a filmagem de um vídeo, sua reprodução ou durante sua transferência de um dispositivo para o outro. Um erro também pode ocorrer quando o próprio sistema estiver corrompido.
  • Infestação de vírus ou infecções por malware: Qualquer sistema infectado por vírus tende a corromper todos os arquivos nele armazenados, inclusive seus arquivos de vídeo.

Caso seu vídeo seja corrompido por algum motivo, utiliza a ferramenta Recoverit Video Repair para realizar reparos rápidos ou avançados em seus vídeos. Tudo que precisa fazer é seguir os passos a seguir:

Passo 1: Adicione o arquivo de vídeo corrompido.

Utilize a opção de "Arrastar e soltar" para mover seus arquivos de vídeos corrompidos à interface do Recoverit Video Repair.

vídeos-do-youtube-não-reproduzem

Passo 2: Inicie o processo de reparação dos vídeos.

Selecione "Repair" para começar a reparar os arquivos de vídeo que adicionou anteriormente.

vídeos-do-youtube-não-reproduzem

Passo 3: Pré-visualize e salve seus vídeos.

A barra de progresso irá informar sobre o processo de reparo, para que você saiba quando este for concluído. Pré-visualize os arquivos de vídeos reparados antes de salvá-los no loca de sua escolha.

vídeos-do-youtube-não-reproduzem

Passo 4: Faça um "Reparo avançado".

Para fazer um reparo avançado, o Recoverit filma uma amostra de vídeo. A amostra de vídeo é do mesmo formato que o seu arquivo de vídeo corrompido, e é criada a partir do mesmo dispositivo. Dessa forma, o Recoverit utiliza as informações da amostra de vídeo como uma referência para reparar seus vídeos gravemente danificados.

vídeos-do-youtube-não-reproduzem

Passo 5: Adicione um arquivo de vídeo de amostra.

Para realizar uma recuperação avançada de vídeos com eficiência, certifique-se de adicionar arquivos de vídeos de amostra, para reparar seus vídeos corrompidos. Em seguida, salve os arquivos.

vídeos-do-youtube-não-reproduzem

Este artigo foi capaz de explicar o que são MPEG2, MPEG4 e H.264. Assim, estes formatos de compressão de vídeo foram comprados e suas diferenças foram claramente definidas. Agora você pode escolher qual formato utilizar pra sua compressão de vídeo, com base em suas particularidades.

Qual é a diferença entre os formatos de vídeo MPEG4, MP4, MP3 e MOV?

Luís Santos

chief Editor

0 Commentário(s)
Home | Recursos | Recuperar e Reparar Vídeos | MPEG2 vs MPEG4 vs H.264, Quais são as diferenças